COMPARTILHAR

Todas nós, em algum momento das nossas vidas, já passamos por situações de insegurança, desânimo e demais sinais de baixa autoestima. Mas quando essas características persistem, passando a fazer parte de nós, é preciso procurar por ajuda. Uma baixa autoestima persistente pode acabar desencadeando doenças graves como: Depressão, bulimia e até anorexia. Então, melhor conhecer os sinais da baixa autoestima para se ajudar, caso necessário, ou ajudar alguém com quem você se importe.

baixa-autoestima

Baixa autoestima é uma características de pessoas que se sentem desencorajadas a enfrentar os desafios da vida. Desconhecem suas qualidades ou simplesmente não dão valor à elas, além de não acreditarem nas suas potencialidades. Uma pessoa que vive dessa maneira precisa de ajuda para sair dessa situação, em grande parte das vezes, ajuda especializada. Entretanto, pessoas com baixa autoestima muitas vezes são incompreendidas, taxadas como vitimistas e coitadinhas. Conheça os sinais indicativos de baixa autoestima e informe-se sobre o assunto.

Desânimo

desânimo

O desânimo é uma característica forte da baixa autoestima. A pessoa que está infeliz consigo mesma tende a se sentir desmotivada para fazer atividades que antes lhe davam prazer, como: Ir ao cinema, sair com os amigos, sair para fazer compras, praticar esportes. A falta de motivação também é um dos sintomas da depressão e, em alguns casos, a baixa autoestima está associada à essa doença.

Insegurança constante

insegurança

Insegurança é um estado de abandono de fé em si mesmo. Uma pessoa que não se conhece o suficiente tende a se sentir incapaz de realizar até mesmo atividades simples. A baixa autoestima gera uma falta de confiança na mulher, o que a deixa vulnerável emocionalmente. Para uma pessoa confiante receber uma crítica de uma atividade realizada por ela, por exemplo, pode soar como algo normal e às vezes até desafiador, já para a pessoa com baixa autoestima/insegura pode representar uma grande derrota, um fracasso irreparável, por isso ela exita muito em arriscar, demonstrando assim sua insegurança.

Sentimento de inferioridade

 complexo de inferioridade

A baixa autoestima faz com que a pessoa priorize seus defeitos e desvalorize suas qualidades. Além disso, as pessoas com baixa auto estima passam a enxergar as pessoas ao seu redor como perfeitas, com vidas alegres e livres de problemas. Seguindo essa linha a pessoa infeliz consigo mesma passa a se achar inferior em relação às outras, atitude que faz com que seu sofrimento aumente ainda mais.

Necessidade de aceitação e aprovação

reconhecimento

A baixa auto estima pode fazer com que a pessoa viva para agradar os outros, mesmo que isso faça com que ela abra mão de agradar a si mesma. Um exemplo: Uma mulher odeia batom de cor forte, mas porque ela sabe que suas amigas acham legal ela acaba abrindo mão da sua opinião e usa o tal batom. Parece uma besteira, mas abrir mão de fazermos aquilo que gostamos ou achamos correto simplesmente para obter uma aprovação alheia é sinal de um emocional fragilizado e de total falta de segurança.

Tristeza

tristeza

Quem tem baixa auto estima não é feliz isso é fato. Viver desconfortável e descontente com uma própria característica é muito difícil. Esse é o mundo da pessoa que convive com baixa autoestima, o problema maior é que essa tristeza pode aumentar de tal forma que a baixa autoestima acabe gerando uma depressão, doença grave que deve ter uma grande atenção e necessita de tratamento feito por profissionais de saúde.

Distorção da própria imagem

distorção da próprima imagem

Sabe aquele dito popular “ver coisa onde não tem”? Pois é, a pessoa com baixa autoestima enxerga aspectos que não são reais, 2 kg a mais na cabeça de uma pessoa infeliz com o próprio corpo pode ser visto como muitos, mas muitos pesos a mais. Essa distorção da própria imagem merece uma atenção especial, isso porque esse sintoma pode evoluir para doenças mais graves como: depressão, bulimia, anorexia e vigorexia (Transtorno Dismórfico Muscular)

Dependência de elogios

elogio-palmas-apluso-16014

Sabe aquela pessoa que vive falando que está gorda só para você dizer o contrário? Eu sei, irrita bastante, mas isso é um dos maiores sinais de baixa autoestima. O simples fato da pessoa não ser elogiada por uma roupa nova, um penteado diferente, uma nota boa na faculdade ou um bom desempenho no trabalho pode acarretar em uma grande frustração para quem tem baixa autoestima.

Preocupação extrema com a opinião alheia

Bullying

Parece que, quanto mais a pessoa esta infeliz consigo mesma, mais ela tende a importar com a opinião dos outros a seu respeito. Um comentário inocente sobre alguma característica da pessoa com baixa autoestima pode ser motivo suficiente para descontrole e destempero, crises de choro, ataques de raiva e até desenvolvimento de tristeza excessiva. Esse é um ponto importante a ser levado em consideração por quem convive com quem tem baixa autoestima, uma vez que uma simples brincadeira ou uma piada pode ter consequências muito negativas.

Vergonha de se expressar ou chamar a atenção por algum motivo

vergonha-de-mulher

Timidez é uma característica normal, você provavelmente conhece pessoas tímidas. Mas essa característica também é um sinal de baixa autoestima, tudo porque para uma pessoa insatisfeita  com seu próprio corpo, chamar a atenção significa dar visibilidade aos seus “defeitos” o que para ela é motivo de vergonha e as vezes ate culpa.

Vergonha do parceiro

verg

Quando algum aspecto corporal está desencadeando a baixa autoestima da mulher, ela pode passar a ter vergonha do próprio parceiro, isso devido à sua insegurança e também motivado por vergonha do próprio corpo. Uma mulher com vida sexual ativa pode não querer que seu parceiro a veja nua, chegando ate a fazer sexo somente sob a condição de luzes apagadas. Muitos homens não entendem o que esta acontecendo e chegam a abandonar a mulher, o que acaba gerando maior instabilidade emocional. Nesse momento é preciso compreensão e procura por ajuda psicológica.

Ansiedade

ansiedade

Medo do futuro. Assim é a vida de uma pessoa com baixa autoestima. Um evento qualquer, um compromisso qualquer que está por vir pode deixar uma pessoa nessa situação noites sem dormir. A insegurança, característica presente em uma pessoa com baixa autoestima faz com que ela tema os acontecimentos futuros e isso, muitas vezes, é evidenciado na forma de ansiedade. Sabe aquela pessoa que pensa no que vai vestir em uma festa que falta meses para acontecer e que nem tem tanta importância? Pois então, é bom ficar de olho nesse aspecto, pois ele pode ser indicativo de sofrimento em virtude de baixa autoestima.

Raiva

raiva

Raiva de si mesma por não ser diferente e não se aceitar e raiva dos outros por viverem de uma maneira oposta. Por exemplo, uma mulher descontente com seu corpo, sente raiva de si mesma por não conseguir usar um biquíni e raiva das mulheres que não se intimidam com o próprio corpo e usam biquíni  sem problema algum.

Prazer em criticar o outro

cri

Esse sinal revela que uma pessoa com baixa autoestima pode viver na defensiva. A mania de criticar os outros é uma maneira que a pessoa insatisfeita com si própria encontra de esquivar-se de criticas a sua pessoa, o que pra ela é sinônimo de sofrimento.

Inveja

inveja

Uma pessoa invejosa é muito julgada, até porque trata-se de um dos 7 pecados capitais. Mas a inveja pode ser ocasionada pela a baixa autoestima. Uma pessoa infeliz consigo mesma tende a querer ser como as pessoas que tem características que ela não tem e gostaria de ter. Por exemplo, uma pessoa tímida que sofre por esse motivo passa a ter inveja de pessoas audaciosas, ousadas e destemidas.

Agora que você sabe como identificar uma pessoa com baixa autoestima, fique atento(a), qualquer passo em falso pode causar dor a essa pessoa. Caso seja alguém próximo à você, converse com essa pessoa, sugira a procura por um psicólogo e, se for da vontade da pessoa, acompanhe-a durante as consultas, o apoio nessas horas é muito importante.

Beijo lindezas e até o próximo post.

 

DEIXE UMA RESPOSTA